Vistoria de imóveis: a importância para uma locação tranquila

Para ter um aluguel sem estresses, as vistorias de imóveis são essenciais nas locações, pois certificam que o locador entregará a propriedade em bom estado de uso e o receberá da mesma forma.

Se você é dono de imóvel de aluguel ou pretende alugar um imóvel em São Carlos, saiba como funciona essa etapa e o que é avaliado.

Continue a leitura! 

Como funciona o laudo de vistoria de imóveis?

A vistoria de imóveis consiste em uma análise da infraestrutura do imóvel, para constatar que ele está em perfeitas condições de moradia de aluguel.

Nesse processo, se gera um laudo que atesta que o imóvel pode ser usado em uma negociação de locação.

No laudo de vistoria, feito por um engenheiro, arquiteto ou até mesmo um corretor certificado, são detalhadas as principais informações que se referem à conservação do imóvel.

Para ter validade jurídica, esse laudo deve ser anexado ao contrato de locação, assinado pelo vistoriador, locador, locatário e duas testemunhas.

A vistoria de imóveis e a Lei do Inquilinato 

A vistoria de imóveis é uma maneira de se fazer cumprir o artigo 22 da Lei 8245/91 (Lei do Inquilinato), em que o locador é obrigado a entregar o imóvel alugado em estado de servir ao uso a que se destina.

Porém, é importante que a vistoria seja fiel à realidade atual do imóvel, inclusive com a descrição dos defeitos, conforme o inciso V, também do art. 22:

“V – [dever do locador] fornecer ao locatário, caso este solicite, descrição minuciosa do estado do imóvel, quando de sua entrega, com expressa referência aos eventuais defeitos existentes; ”

Apesar de não ser uma obrigatoriedade, em muitos contratos de locação, a vistoria de imóveis é sugerida para que esse dever seja cumprido. 

Os tipos de vistorias de imóveis 

1. Vistoria de entrada

Detalhada as condições aparentes do imóvel antes no momento da entrega das chaves ao inquilino. 

Neste momento, tanto inquilino quanto proprietário podem estar presentes para fazer os devidos registros também.

2. Vistoria de constatação

Serve para que o locador possa verificar periodicamente se há qualquer modificação não comunicada do imóvel. 

Esse tipo de vistoria deve ser comunicada antecipadamente ao inquilino.

3. Vistoria de saída

Feita no último dia de vigência do contrato para assegurar que as condições finais do imóvel estejam semelhantes às de quando o imóvel foi entregue. 

Caso reprovada pela imobiliária, o inquilino deverá fazer os reparos necessários até sua aprovação e só então devolver as chaves.

O que é avaliado na vistoria de imóvel? Checklist para sua locação 

A vistoria de imóveis é bastante detalhada e cuidadosa, averiguando pontos como:

  • Infiltrações ou rachaduras em paredes e chão;
  • Funcionamento de portas, portões, batentes, janelas e esquadrias;
  • Funcionamento de fechaduras, cadeados e chaves;
  • Tipo e estado dos pisos e revestimentos;
  • Se há goteiras no telhado, ou problemas com o forro;
  • Nivelamento dos pisos, paredes e azulejos;
  • Estado da pintura das paredes de todos os cômodos, bem como as cores de cada ambiente;
  • Rede elétrica – funcionamento de tomadas, lâmpadas, interruptores, disjuntores e caixa de energia;
  • Sistema hidráulico – se há vazamentos nas torneiras, chuveiro, funcionamento do relógio de água, descarga, caixa d’água e escoamento; 
  • Manchas, riscos, trincos ou danificações aparentes em todos os cômodos;
  • Se há mofo ou umidade nas paredes e chão;
  • Enumeração de todas as mobílias e acessórios pertencentes ao imóvel, assim como o seu atual estado;
  • Avaliação de louças, metais e bancadas, percebendo se há manchas, trincos ou algo quebrado;
  • Se há vitrôs ou box de vidros quebrados, trincados ou manchas.

Parecem muitas coisas, mas que são importantes serem averiguadas para evitar grandes problemas durante a locação.

Vantagens da vistoria para inquilino e proprietário 

Para o inquilino, é uma forma de formalizar o estado de conservação do imóvel no momento em que foi entregue, para que no momento da devolução do imóvel não haja contestações ou incoerências.

Para os proprietários, a vistoria de imóvel serve como segurança que no momento da rescisão contratual, os itens descritos no laudo serão entregues da mesma maneira. 

E, caso não esteja, o inquilino terá que fazer os reparos necessários para que, então, as chaves do imóvel possam ser devolvidas.

O seu imóvel é um bem que merece ser preservado até quando ele está servindo de moradia para outras pessoas.

É por isso que fazemos questão de realizar vistorias gratuitas e completas, para assegurar que suas condições continuem perfeitas antes e depois da locação.

Quer saber outras informações que tornam a locação mais segura

LEIA TAMBÉM →  Garantias locatícias: por que elas são importantes na hora de alugar?

 397 total views,  3 views today

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.