Economize dinheiro com essas dicas para evitar problemas em casa

Falhas elétricas, telhas quebradas, infiltrações, maçanetas emperradas, canos entupidos, registros e válvulas vazando. Qualquer imóvel está sujeito a contratempos e acidentes que podem virar dores de cabeça para consertar e custar muito dinheiro. Por isso, evitar problemas em casa é essencial.

Muitos desses incidentes podem ser prevenidos ou então detectados logo no início, o que facilita e economiza na hora de resolver.

Ao entrar em um imóvel, principalmente alugado, é preciso tomar alguns cuidados e se atentar a detalhes. As partes elétrica, hidráulica e até mesmo estética, se não forem bem cuidadas, possivelmente se tornarão um problema no futuro. Por isso, é melhor prevenir do que remediar.

Toda casa precisa de cuidados, dedicação e manutenção. Com algumas práticas básicas e fáceis, você pode fazer a manutenção do seu imóvel e garantir uma maior tranquilidade e economia.

Dicas para evitar problemas em casa

1 – Verifique torneiras e registros

Fazer esse acompanhamento regular das torneiras e registros do seu imóvel é algo muito fácil, rápido e que ajuda a detectar possíveis vazamentos.

Ao identificar um vazamento no começo, além de evitar contas absurdas e uma briga com a companhia de água, você ainda pode resolver antes que vire uma complicação e um problema de verdade.

2 – Verifique a descarga das privadas

Problemas com válvula Hydra (descarga de parede) e a caixa acoplada (descarga junto ao vaso) são um dos mais comuns encontrados pelos moradores ao alugar um imóvel e não são difíceis de resolver.

3 – Cuidado com as voltagens!

Em algumas cidades, a voltagem das tomadas é única. Mas em São Carlos, por exemplo, as casas podem ter 110v e/ou 220v e isso é algo que passa batido pelas pessoas acostumadas com voltagem única.

Ao alugar, verifique as voltagens e se atente na hora de usar eletrônicos. Aparelhos 110v não podem ser conectados em tomadas 220v, pois podem queimar e aparelhos 220v não funcionam corretamente em tomadas 110v.

Utilizar a voltagem errada pode acabar danificando ou queimando eletroeletrônicos, gerar uma pane elétrica e até mesmo causar incêndios!

4 – Manutenção de calhas

A limpeza das calhas é uma das principais dicas para evitar problemas em casa. Muitas pessoas esquecem de limpar a calha regularmente e por mais que essa tarefa não seja agradável ou seja um gasto a mais no caso de contratar um serviço, isso é muito importante para evitar grandes aborrecimentos.

Calhas entupidas geralmente causam infiltrações e no futuro essa situação pode exigir outros reparos, até mesmo a pintura do imóvel. O que não sai nada barato.

Também é importante lembrar que infiltrações podem surgir “do chão”. Isso acontece no caso de pisos trincados, rejuntes desgastados ou inexistentes.

5 –  Cuidado com o telhado!

Sempre que algum prestador de serviço for realizar algum trabalho que exija subir no telhado, como a instalação de antenas ou internet, instrua para que ele tome cuidado com as telhas. Infelizmente, é comum que isso acabe resultando em algumas quebradas.

Depois de tempestades ou ventos muito fortes, confira se todas as telhas estão em ordem e cuide disso sempre que necessário. Trocar uma ou duas telhas é muito mais barato do que ter, eventualmente, danos maiores em móveis ou eletrodomésticos causados por chuvas.

6 – Troque as fechaduras

Ao entrar em um imóvel, seja locado ou comprado, reforce e troque as fechaduras. Muitas vezes, as propriedades estão listadas em mais de uma imobiliária e nem sempre o proprietário lembra de retirar o imóvel que foi comercializado.

Além de evitar constrangimentos desnecessários, trocar ou reforçar as fechaduras é uma garantia de segurança para você e sua casa.

7 – Verifique os lacres de relógio da CPFL e SAAE

Se os funcionários das empresas encontrarem os relógios sem o lacre, isso pode resultar em problemas de violação e até fraude, fora o custo para colocá-lo de volta.

Por isso é importante garantir que os lacres estejam lá e exigir que seja posto de volta, caso não esteja.

Se estiverem violados, contate imediatamente a imobiliária e registre com fotos.

8 – Cuide da mobília

Em imóveis já mobiliados, teste todos os móveis, aparelhos elétricos e eletrônicos. Se estiverem quebrados ou com mau funcionamento, é importante avisar a imobiliária para comunicarem o proprietário. Assim, ele tomará as devidas providências.

E cuide da mobília enquanto estiver usando! Mantenha sofás limpos, portas de armários em bom estado e, se algo quebrar, conserte para evitar problemas em casa. Principalmente na hora da vistoria.

9 – Atenção para o mofo

Mofos provocam mau cheiro e podem causar alergias e doenças respiratórias. Normalmente, eles costumam surgir em móveis, banheiros, armários, roupas e em ambientes úmidos e fechados.

Evitá-los é fácil, basta colocar os móveis afastados da parede, manter a casa bem ventilada e recebendo luz solar. Sempre que possível, deixe os armários abertos, limpe-os e coloque as roupas mais pesadas para tomar um sol.

Novos rejuntes também ajudam a acabar com infiltrações e eliminar mofos e bolores.

Para limpar o mofo já existente, você pode usar produtos específicos antimofo ou então fazer uma mistura de água com água sanitária e passar na casa.

10 – Faça uma avaliação inicial

Quando se mudar, faça uma avaliação inicial do estado geral do imóvel com um eletricista e encanador. Isso pode parecer desnecessário e custoso, mas vai te garantir que tudo está funcionando bem e evita problemas surpresa.

Boas imobiliárias possuem indicações de profissionais capacitados a preço justo. Basta consultá-los para fazer esse serviço.

Gostou das dicas para evitar problemas em casa? Alguns itens podem até ser mais trabalhosos. Entretanto, eles definitivamente compensam o tempo e o dinheiro gastos antes que se tornem problemas grandes.

Gostou desse texto e quer saber mais sobre imóveis? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdos direto no seu e-mail!

 721 total views,  1 views today

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.